Arquivo da categoria: Uncategorized

Xbox One: Evento de lançamento e o unboxing!

Sim… ele está entre nós. 

 

O Xbox One chegou ao mercado hoje e eu, Player 2, já estou com o meu em casa após uma saga em busca do console novo da Microsoft.

Estive na terça-feira (19/11) na Fnac Paulista para fazer a minha compra e fui informado que os consoles seriam entregues a 0:00 do dia 22/11 no evento oficial de lançamento do Xbox One no Brasil.

Saí da minha casa as 18:00 pois o evento começava as 20:00 e rumei à loja juntamente com um amigo que queria comprar o console também.

Chegamos por volta das 19:30, afinal é São Paulo e tinha chovido, e fomos direto procurar um vendedor para garantir a compra do meu amigo… e, para minha surpresa, a loja já não tinha mais consoles disponíveis para venda com entrega para 0:00, aliás, estavam vendendo para entregar no sábado, 23/11.

Frustrado, mas na camaradagem, meu amigo resolveu ficar comigo até o fim do evento pois queria testar o console ao menos… e aí é que a merda toda começa… o console que veio para testes não havia sido atualizado e… não foi atualizado e… não seria atualizado… e, portanto, não estaria disponível para testes. COMO ASSIM, MICROSOFT? FAZ UM EVENTO DE LANÇAMENTO DE UM CONSOLE E NÃO TEM O CONSOLE PRA TESTES? Desculpas esfarrapadas dadas por todos os funcionários, e nada de por o console pra funcionar. Desistiram! E nós também! Ao menos de jogar… vamos ver o que mais o evento oferece então, né? 

E as coisas só ficam piores… quando você entrava na loja, algumas modelos (umas bem feias e outras normais) estavam distribuindo uma espécie de cartela mas não explicavam nada sobre o que fazer com aquilo, momentos depois descobrimos que servia para recolher quatro selos que eram distribuídos em totens diferentes e que ao completar a cartela você poderia ganhar um brinde (um copo plástico com o logo do Xbox One) e concorrer a alguns prêmios num sorteio que seria realizado à meia-noite! Três pessoas ganharam dois convites para ir na festa fechada do lançamento do Xbox One no Brasil, que seria realizada a partir das 23:00 em uma balada de São Paulo. Pera… QUAL O INTERESSE DA GALERA? PEGAR O CONSOLE OU IR PARA A BALADA E DEIXAR OS CONSOLES LÁ? Vi um sorteado dar os dois convites dele para uma outra pessoa que trabalhava na Microsoft e que queria levar uns amigos pra balada… 

A fila começou a se formar por volta das 20:00 quando um babaca que comprou o console um dia antes se disse o primeiro da fila. Simples assim… pessoas que compraram o console mais de um mês antes do lançamento ficaram pra trás na fila e acabaram não saindo na foto como os possíveis primeiros compradores do Xbox One no Brasil… aí apareceu esse fulano aqui em todos os lugares…

Image

Note que ele não pegou um dos 60 Xbox One Day One Edition! E é considerado o primeiro a ter comprado um Xbox One no Brasil! Que feio, Microsoft! Que feio, Fnac! Que feio sites de notícias que não manjam de games!

 

Depois disso a fila andou bem devagar e, um conhecido que estava na fila e que ainda não tinha comprado também, conseguiu comprar dois consoles! Xavecou uma atendente da Fnac, inventou uma história de que tinha vindo de Ribeirão Preto para o evento e que não podia voltar sem o console e ela cedeu, mostrando que a loja ainda tinha mais consoles para vender e que estava segurando!

Alguns compradores reclamaram que tinha feito a compra do Xbox One Day One Edition e que acabaram recebendo a edição normal, outros que não compraram Day One Edition acabaram levando pra casa a edição comemorativa… uma baita falta de tato e de organização por parte da Microsoft e da Fnac. Uma culpou a outra… ao menos no momento em que perguntei sobre isso! Gostaria que as empresas entendessem que não é bom para nenhum dos lados fazer esses eventos atrelados… uma marca atrelada a uma loja e uma loja atrelada a uma marca… fica um jogo de empurra que é ruim para as duas marcas e pior ainda para o consumidor.

Eu esperava mais do evento… mas tinha pizza, batata frita e refrigerante, então tá valendo!

Agora a parte boa… aliás, a parte fantástica!

Comprei o console com dois jogos (Dead Rising 3 e Forza 5) e a Microsoft tornou a compra do console um evento único! Chegar em casa e abrir a caixa, colocar o console pra funcionar e testar os features do novo console me consumiu cerca de 4 horas durante a madrugada. Cheguei do evento as 2:00 da manhã e fui dormir com o sol já nascendo… fiquei perdido no tempo enquanto configurava e testava o console.

 

Seguem fotos do meu unboxing…

Image

Minhas compras…

Image

Ao abrir a caixa, a primeira visão é do novo Kinect!

Image

Logo a seguir estão os cabos, periféricos e manuais!

Image

O controle ainda usa pilhas! Na Fnac estava sendo vendido a 250 reais o controle e 350 reais o controle que vem com bateria e cabo!

Image

O novo headset tem o som mais limpo e é muito melhor que seu antecessor. Um detalhe que me chamou muito a atenção foi que uma luz laranja acende no controle de volume quando você bota o headset no mute!

Image

A fonte segue o padrão de design do console!

Image

O melhor cabo HDMI que já recebi com um videogame!

Image

Novo Kinect me surpreendeu positivamente no uso dos comandos de voz!

Image

Console com local de destaque na estante. Compare com o Xbox Slim abaixo dele e se assuste com o tamanho do novo Xbox.

Image

Se você tem um PS3, compare com o tamanho do controle do Dualshock 3!

Image

 

Tela inicial do Xbox One… agora vai!

Image

Só que não… tem que atualizar ainda!

No próximo post as primeiras impressões!

 

Anúncios

O Santo Graal dos videogames!

Estava lendo curiosidades sobre games e achei uma história bem legal de um americano que pagou 17.500 dólares por um jogo de NES e… opa, peraí! Quanto? 17.500 dólares?

Pois é… é isso mesmo. O cara pagou 17.500 dólares por um jogo que teve apenas 26 cópias feitas. O cartucho em questão é o Nintendo World Championships 1990 DOURADO. Existe uma outra versão, não tão rara, afinal foram feitas 90 cópias, que é o mesmo jogo mas com o case cinza característico da Nintendo.

O Santo Graal… 17.500 dólares por um jogo de NES. Finalmente os games tem status de obras de arte e são colecionados por sua raridade!

Mas porque esses jogos foram confeccionados?

Em 1990 a Nintendo resolveu fazer um Campeonato Mundial de Games (só nos Estados Unidos porque eles se acham os fodões) e fez eliminatórias em 30 cidades em 3 categorias diferentes: menores de 11 anos, 12 até 17 e 18 ou mais. Cada um dos vencedores das etapas, 3 por cidade e 1 em cada categoria, ganhou uma cópia cinza do jogo para treinar para as finais que foram realizadas no Universal Studios Hollywood. Na verdade esse campeonato foi feito pela Nintendo aproveitando a febre que havia sido lançada pelo filme The Wizard (no Brasil conhecido por O Gênio do Videogame) com Fred Savage… sim o Kevin Arnold de Anos Incríveis. E aproveitou para lançar, de vez, o jogo Super Mario Bros. 3 na terra do Tio Sam.

Mas de onde surgiram os jogos dourados? Como a procura pelos jogos cinzas ficou absurda, e naquela época ter um jogo cinza era um meio de mostrar que você era foda, a Nintendo, através da revista Nintendo Power, resolveu fazer um campeonato e premiou os 26 melhores com uma cópia dourada do jogo. Ficou fácil ter um, né? Na verdade a Nintendo só fez com que os jogos cinzas ficassem em segundo plano. Embora não fossem numerados como os jogos cinzas, que possuíam uma numeração específica e tornaria a checagem pela sua originalidade mais fácil, os jogos dourados viraram a febre dos colecionadores.

Não tão raro quanto o dourado, mas praticamente impossível de ser encontrado hoje e com preço semelhante ao do dourado: 15.000 dólares!

Os jogos eram programados de forma diferente e tinham objetivos específicos a serem batidos no menor tempo possível. Em Super Mario Bros. o objetivo era pegar 60 moedas no menor tempo possível. Em Rad Racer os jogadores tinham que completar uma pista que foi feita especialmente para o campeonato e em Tetris os jogadores tinham que fazer o maior número possível de linhas até que o tempo de 6 minutos e 21 segundos (contando o tempo utilizado nos outros dois jogos) chegasse ao fim. O score era feito da seguinte maneira: Placar de Mario Bros. + Placar de Rad Racer x 10 + Placar de Tetris x 25 = Placar Total. A melhor pontuação conseguida nos campeonatos foi a de Thor Aackerlund, que utilizou-se de uma forma totalmente diferente da dos outros jogadores no jogo Super Mario Bros., enquanto todos os outros jogadores pegavam as moedas e completavam o número de moedas no estágio 1-2, Thor entrava no primeiro cano, pegava as 20 moedas que haviam lá dentro e ao sair se jogava no buraco logo após o cano de saída. Fazendo isso 3 vezes, pegava as moedas em muito menos tempo que os outros jogadores. Thor foi o campeão da categoria 12 a 17 anos.

Mas voltando a história do nosso amigo que pagou 17.500 dólares no jogo… foi praticamente uma novela. Cada dia uma coisa nova aparecia. Um comprador que supostamente ia pagar mais, mas era apenas uma pessoa querendo enganar o vendedor. Um comprador que desistiu na hora de assinar o cheque. E até a desistência da venda do jogo, mesmo depois de nosso amigo já ter até efetuado o pagamento. Mas, depois de muita conversa e muito trabalho psicológico, nosso amigo rico conseguiu seu jogo e foi uma pessoa mais pobre… e mais feliz com seu item raríssimo!

 

 


Depois de um longo e tenebroso inverno… NOVIDADES!

Talvez o post com mais cara de TV Fama da história do Pega no Meu Pixel.

Talvez o post com mais fofocas que a coluna do Leão Lobo.

Após um grande hiato (e diversas cobranças do dono dessa bagaça) eu, Player 2, estou de volta com algumas novidades, alguns rumores e UMA GRANDE NOTÍCIA.

Começando pelas novidades… voltarei, definitivamente, a escrever com frequência para o PnMP. Essa é a novidade. Rááááá… se contentem.

Rumores serão divididos por empresa…

Nintendo – Já existe data, preço e as especificações do WiiU já são conhecidas. Segundo a Eurogamer (bléh) o WiiU será lançado ainda este ano, precisamente no dia 23 de novembro, e o preço irá variar de acordo com o pacote… desde 350 dólares até 450 dólares. Será compatível com DirectX 11 e com o novo motor gráfico da EPIC, o Unreal 4. O console terá 2Gb de memória RAM, contra os atuais 512Mb do PS3 e placa de vídeo da Radeon HD 6770. Além de tudo isso o WiiU terá suporte a troféus/conquistas, sem nome definido ainda e o mais promissor de tudo: a Valve pode entrar com um sistema de distribuição digital de jogos no WiiU, o que acabaria com o rumor de que a Valve está produzindo o seu próprio console.

Microsoft – O novo Xbox, que pode ser revelado ainda nessa E3, ao que tudo indica terá o nome de Xbox 8. Sim… depois do 360 vem o 8. Por estar trabalhando no novo Windows a MS acha prudente colocar o 8 em todos os seus novos aparelhos, acontecerá com os Windows Phones e com o Xbox também. Existe também a possibilidade do serviço Xbox Live receber um outro nome também, chamaria-se Infinity (o símbolo do infinito é um 8 deitado) e é provável que exista retrocompatibilidade com o Xbox 360 através do serviço chamado Loop. Todos os nomes podem ser mudados, claro… é tudo rumor.

Sony – ???? Além do Orbis, nada mais se sabe sobre a Sony.

E agora a grande notícia… a explicação sobre a minha grande ausência. Estou trabalhando em um grande projeto… MEU SEGUNDO LIVRO ESTÁ EM PRODUÇÃO! Pra quem não sabe, já escrevi um livro sobre games (os primeiros capítulos podem ser lidos aqui no http://historiadosgames.wordpress.com/). E o segundo vai seguir mais ou menos o mesmo caminho, mas vou falar somente de jogos e somente sobre os anos 80.

Bom… por hoje é só… mas eu volto logo! Grande abraço, saudades disso aqui… seus putos!


Iron Maiden em RB (de novo) e futuros novos Castlevanias (F%$#ing News 22/05/2012)

Iron Maiden com DLC novo em Rock Band!

Rapaz, não sou de ficar comentado tudo que é DLC de jogo que sai toda semana, nem muito menos de RB, mas mais uma vez não podia deixar essa passar. Depois daquele Pack f#%$roso que saiu em 2009 com músicas do álbum e documentário Flight 666 que contava com 12 músicas, a Harmonix lançou hoje o pack Maiden Epics. Composto por 6 músicas clássicas da banda, desa vez o pack traz até a fase Paul Diano pro jogo, as músicas do pack são: Phantom of The Opera, The Prisoner, Flight of Icarus, Rime of The Ancient Mariner, Infinite Dreams e Seventh Son of a Seventh Son.

Não sou nenhum ultra entusiasta do metal, mas Iron Maiden é uma das bandas que curto pacas no gênero, já vou até encaminhando a Big Boss pra treinar os agudos na hora de cantar.

Alguns poderiam dizer que Bruce Dickinson é um vendido, mas na real, pra mim ele é um dos poucos que se tocou que velho de cabelo grande parece aquelas veia doida que mora numa casa cheia de gatos e implica com as crianças por qualquer bobeira.

Não 1, mas 2 Castlevanias podem ser anunciados na E3 desse ano

Rapaz que coisa boa e saudável pra um fanboy assumido da série Castlevania, vamos lá

  • Castlevania: Mirror of Faith (Nintendo 3DS)

É Castlevania e é 2d e é pra portátil, precisa dizer mais alguma coisa? O site holandês N1ntendo declarou que um novo Castlevania pode ser anunciado na E3 pro portátil da Nintendo. Com o título já citado acima, o jogo estaria sendo produzido pelo estúdio da MercurySteam, ou pelo menos com acompanhamento de David Cox, diretor de Lords of Shadow, que pra mim é a melhor parte dessa notícia! Iga se Deus quiser é passado! Não desconsidero a importância dele pelo que fez em Symphony of The Night, mas, apesar de me divertir muito com todos os títulos portáteis seguintes, e mesmo com os 2 em 3d, acho que Iga subaproveitava demais a série por partir da premissa básica pros fãs de que se está bom não precisa mudar nada, nem mesmo os sprites dos personagens utilizados desde Rondo of Blood de 1993. Sinto falta de um Castlevania de fase nos moldes dos 5 primeiros jogos pra consoles, e muito embora ache que esse novo título não será assim, imagino que a MercurySteam vai ter capacidade o suficiente pra mesclar o que Symphony of The Night e todos os seus ctrl+c ctrl+v e mais os títulos clássicos de fase e fazer um bom jogo.

Mais informações do jogo dizem ainda que o título terá 2 personagens jogáveis e que a tela de baixo será vista como um espelho, sendo usada para a resolução de puzzles no game. Havia ainda uma informação de que o jogo estava sendo produzido para o Wii-U também, mas decidiram deixar essa parte de lado e apenas portar a versão ps360 de Lords of Shadow 2 para o console, mas dentro desses rumores, dizem ainda que a versão Wii-U d jogo terá algum tipo de conexão com Mirror of Faith.

  • Castlevania: The Lords of Shadow 2 (Xbox 360, PS3, Wii-U, Ps Vita)

Eita porr@ que esse eu tô aguardando mesmo. Fiquei muito feliz com o produto final que foi o primeiro jogo. Um ótimo enredo (salvo alguns detalhes que não vou spoilar pra quem AINDA não jogou), jogabilidade tirando o que de melhor tem em jogos do gênero como God of War (que já bebia da ideia de como seria um Castlevania em 3D bom), Shadow of The Colossus e Prince of Persia, trilha sonora impactante e uma dedicação especial da equipe de produção, com direito a muitos detalhes visuais tanto no jogo quanto  bônus a abrir em forma de ilustrações e storyboards de tudo. Quem soltou a nota foi o pessoal do Paul Gale Network, os mesmos responsáveis por dizer que Playstation All-Stars estava em produção antes da Sony fazer o anúncio oficial.

Aguardemos mais notícias dos próximos capítulos!

2 Castlevanias no mesmo ano?? Enfartarei de tantos vampiros a matar!!!


%d blogueiros gostam disto: