Arquivo da tag: contra

Esse é o pedido de casamento mais foda – Parte 2

Adoro a criatividade nerd/gamer nessas horas, sempre surge alguma coisa bacana disso.

Um figura chamado Quinn, resolveu pedir a mina dele em casamento. Só que seria muito comum só sair pra jantar, ou preparar algo em casa e apresentar a aliança. Fãs da era 8 bits, o cara resolveu comprar um cartucho antigo de contra, retirou o chip, dumpeou e editou em cima dele algumas alterações, colocou em um novo chip, e botou a mina pra jogar. Curta as fotos

A coitada fatiada e o anel de noivado. "Foi por um boa causa" Quinn disse. Eu concordo

A coitada fatiada e o anel de noivado. “Foi por um boa causa” Quinn disse. Eu concordo

Alguns chips que serviram de teste antes do produto final

Alguns chips que serviram de teste antes do produto final

O código hexadecimal está nessa tela. Eu não entendo lhufas, deixo isso para vocês programadores

O código hexadecimal está nessa tela. Eu não entendo lhufas, deixo isso para vocês programadores

O aparelho usado para gravar a alteração no chip

O aparelho usado para gravar a alteração no chip

A tela inicial já personalizada para o casal

A tela inicial já personalizada para o casal

O jogo em si permanece o mesmo

O jogo em si permanece o mesmo

E finalmente o pedido, na tela do encerramento do jogo: "Parabéns Amy!! Você zerou o jogo, salvou o universo e conquistou o meu coração. Quer se casar comigo..."

E finalmente o pedido, na tela do encerramento do jogo: “Parabéns Amy!! Você zerou o jogo, salvou o universo e conquistou o meu coração. Quer se casar comigo…”

Foi ou não do baralho? A gente vê essas coisas e tem até inveja de nem sempre rolar umas ideias malucas assim.

Quem quiser ver o depoimento e o procedimento completo que ele fez, segue o link da história dele.

assinatura pnmp

 

 

Anúncios

cima, cima, baixo, baixo… a origem do código Konami

Cima, Cima, Baixo, Baixo, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita, B, A, Start. Esse código te permitia ter mais vidas, pular fases entre outras “falcatruas” mais nos games da Konami. Variações dele foram usados para cheats diferentes, mas o mais popular mesmo é o citado acima.

Sempre achamos que foi uma forma bacana que a Konami arrumou pra facilitar a vida de uns gamers, mas na verdade, ele foi criado por  Katsuhisa Hashimoto, um dos membros responsáveis pelo port de Gradius para o NES, para que ele conseguisse terminar o jogo. Em uma entrevista em 2003, Hashimoto disse: “Eu tinha um cara que trabalhava comigo na versão arcade, essa é realmente difícil. E eu não tinha jogado tanto assim, portanto obviamente não conseguiria zerar o jogo, então eu inseri o código Konami.”

Hashimoto complementa ainda: “Eu é quem ia usá-lo, então queria ter certeza de ser fácil de decorar. O jogo levou por volta de meio ano para ser produzido e, naquele tempo, inserir o código  era um quebra-cabeça interessante. ‘Como diabos eu conseguiria colocar esses passwords no programa?’ eu me perguntava.”

Engraçado imaginar que uma coisa que se tornou tão popular foi criado apenas por conveniência para os produtores do jogo hein? Por uma mera “brincadeira” de Hashimoto, talvez só por isso você tenha conseguido terminar Gradius, Contra ou Tartarugas Ninja.

Com referência a esse texto


Lançado o jogo mais foda do ano!

Um novo Call of Duty? Castlevania: Lords of Shadow 2? Halo 4? God of War 4?

Porr@ nenhuma, o título mais bengala all the times desde a criação do universo é Abobo’s Big Adventure!!!!

Eu já havia comentado em outro post sobre ele, e agora venho avisar a todo mundo que suas vidas já podem sair do marasmo porque já lançaram o game!

Divertido e gaiato pacas o jogo faz sátira a uma porrada de outros títulos clássicos da era NES. Algumas homenagens até por fora. Na primeira fase, um dos inimigos, tem o nome de Bubba Hanks, e o sprite usado foi o do Roper, do próprio Double Dragon, fiquei horas rindo da referência besta a Forrest Gump, já que o sprite lembra muito o melhor amigo do personagem do Tom. Encontrar uma sereia no mar e decidir “cruzar” com ela tambem foi bacana, me gerou três merbobos (mistura de mermaid – sereia –  com Abobo)

O ponto fraco do jogo? É em flash, o que significa que pra usa joystick você tem que pegar aqueles programas como o Joy 2 Key que faz os botões do controle simularem botões do teclado. Acho isso uma bosta, e espero que lancem um dia uma versão instalável do jogo.

Abobo’s Big Adventure é de longe a maior homenagem que poderiam fazer a geração NES de jogos, e você será uma mula se não perder horas de sua vida com ele!

Vai lá jogar, Bitch


%d blogueiros gostam disto: