Arquivo da tag: fifa

er… essa é a capa nacional de PES 2014…

A Konami divulgou a capa brasileira de PES 2014…

Eu não tenho palavras pra descrever o quanto isso parece a capa daquela barraquinha de feira que você vai comprar os seus jogos de play 2 a 1 por 7 e 3 por 15 reau…

PES - Feira do Paraguay Edition

PES – Feira do Paraguay Edition

Em defesa da Konami, não é só aqui que imperou o visual “coé mano, tá afim de um jogo de play aí?”, aqui tem uma versão internacional:

chessus me chicoteia e me salva dessas coisas

chessus me chicoteia e me salva dessas coisas

Pelo visto a surra de pau mole não é só no jogo que o Fifa tem dado em PES (flamewar >:-D )

 

Bônus:  Aqui tá uma autêntica capa dos mala de feira

bomba patch

assinatura pnmp


10 regras sociais sobre videogames que todos deveriam conhecer!

Sabe aquele negócio de desligar o videogame quando você tá jogando que teu irmão menor faz e que você odeia? Sabe aquele amigo que não sabe perder e desconecta sempre que você tá enfiando um 4 a 0 nele no FIFA? Então… eles provavelmente não conhecem as regras sociais que regem o mundo dos videogames! Essas regras não estão escritas em lugar nenhum, não foram escritas na pedra por nenhum Deus do Videogame, mas elas são essenciais para o convívio gamístico nos dias de hoje! Vamos a elas…

1 – Jamais desligue o videogame se alguém estiver jogando!

Isso é… uma put@#!@!

Pode parecer besteira mas isso enfurece até o mais calmo dos jogadores. Se ele está jogando, se esforçando para avançar no jogo, não ouse desligar o videogame por motivo nenhum antes do mesmo aceitar que o videogame seja desligado. Esse é um costume de mães e pais despreparados (ou putos com alguma coisa).

2 – O Player 2 não mexe no menu!

Por mais simples que isso seja, ainda tem gente que acha que qualquer um pode mexer no menu. E aí, o caos é instalado: entra-se em opções erradas e o que era para ser uma diversão começa sendo um problema logo de cara. É simples… quem tem o Controle 1 faz tudo! E ainda escolhe as regras!

3 – Se você está na casa de alguém, contente-se com o pior controle!

Se te deram um controle ruim, contente-se! Imagem meramente ilustrativa!

Você é visita. Está em território hostil. Aceite de bom grado o pior controle e vingue-se ganhando do dono da casa nas piores condições do mundo. Só reclame se conseguir provar que algum botão ou direcional não estiver funcionando.

4 – Uma tela ou uma vida!

Próximoooooo!

Quando muita gente está querendo jogar e são poucas as opções do jogo para multiplayer, vale a antiga regra de “uma tela ou uma vida” e suas variáveis que podem ser, “até o próximo checkpoint ou uma vida”, “3 a 0 acaba a partida automaticamente” e por aí vai. O importante é todo mundo se divertir.

5 – Não desconectarás! JAMAIS!

Se estiver perdendo no Street Fighter após levar um perfect no primeiro round, se estiver tomando uma goleada no FIFA ou naquele outro futebol que já nem sei o nome mais (mas que os jogadores de Preisteichon adoram), ou se já tiver morrido 12 vezes sem matar ninguém no CoD… jamais desconecte. Os jogos precisam de patos e saber perder é uma virtude!

6 – Se alguém estiver jogando, não entre na frente do televisor!

Nem o gatinho será perdoado se entrar na frente da TV!

Videogames dependem de imagem. Pessoas (e gatos) não são transparentes. Uma vida no videogame pode ir embora em um caralhésimo de segundo! Acho que você já entendeu.

7 – Se alguém está jogando com fones ou headsets, não tente qualquer tipo de comunicação!

Você interromperia alguém jogando Candy Crush com fones de ouvido?

É como usar um fone de ouvidos no metrô, se alguém está usando significa que não está afim de interações com outras pessoas… que não está disponível para papinhos à toa. Se você não estiver morrendo, tendo um filho ou o prédio pegando fogo ou caindo, não fale com quem está jogando de fone/headset.

8 – Nunca coloque a culpa da sua derrota no jogo!

Sua falta de habilidade não deve ser motivo para falar que o jogo é ladrão, ou que algo está errado. O outro jogador não é cheater… ele só é melhor que você. Treine e pare de reclamar.

9 – Multiplayer é sempre a melhor opção!

Todo bom jogo (e toda boa briga) começava com um Multitap!

Você está jogando sozinho, de repente um amigo aparece e… VOCÊS DEVEM JOGAR ALGO JUNTOS! É bem simples! Não tem essa de “Ah, estou testando esse novo emulador!” ou “Ah, tô afim de jogar esse jogo e só dá pra um!”. Pare tudo o que estiver fazendo, claro que você deve salvar o seu progresso, e dê um controle para o seu amigo. Faça-o sentir-se parte da sua empreitada… MULTIPLAYER É SEMPRE MELHOR QUE O SINGLE PLAYER! E, como a própria palavra diz, SINGLE é pra quando você está sozinho.

10 – Não abandone a sua vida social para jogar!

Cena impossível! Provavelmente essa mulher não gosta de videogames… e se ela lambesse o seu controle assim, você ficaria bravo!

Em raros casos os videogames trazem mulheres para a sua vida. RAROS! Em todos os outros eles só afastam. Então não deixe de sair com os amigos para a diversão real. Conheça pessoas reais, que tem vidas reais e gaste um pouco do seu dinheiro de verdade para ir a lugares legais na vida real. De que adianta salvar a princesa no último castelo do jogo se na vida real você não tem nenhuma gatinha pra falar no ouvido dela que você passaria o mundo 8-4 para tirá-la das mãos de quem fosse? Interaja com as pessoas!

Claro que todas as regras são mutáveis e você pode fazer delas o que bem entender (desde que seja no seu próprio c* se quiser enfiá-las lá), mas acho que seguindo essas regrinhas o jogo vai ficar bem melhor pra você e pros seus amigos.

assinatura p2


Fifa Fucker 2012

Alem de caneleira , agora é bom usar uma cuzeira pra se proteger…


Games on Demand e derivados

Quem não gostaria de ter uma coleção de games na prateleira bem longa e cheia de capinhas bacanas pra “tirar onda” com os parceiros de jogatina? Eu sou um dos entusiastas que gostam disso. Mas em tempos de internet banda larga, facilidades virtuais, e principalmente falta de grana (tá foda) aliada ao “não quero esperar xx dias pra isso chegar”, os serviços de venda virtual de alguns jogos vem bem a calhar.

De vez em quando, até o preço ajuda um pouco nessa parte. Eu sempre quis jogar Bayonetta (essa palavra parece sinônimo pra buc$#*), mas não tava nunca nas minhas prioridades de compras, até o dia que vi ele à venda no serviço do Games on Demand na Xbox Live. O jogo estava por 1600 MS Points, cerca de 20 Dólares. Não rolou nem dúvida, peguei na hora. Claro que não tenho manual, caixinha bonitinha, mas a vantagem de poder jogar o jogo no mesmo dia e por um preço bacana me fizeram levar o jogo na hora.

Recentemente minha compra foi o Star Wars Force Unleashed 2, que baixou de 39 dólares para 19. Esse era um jogo que eu vinha namorando de muito tempo pegar mais barato por ebay, ou outro site de venda de usados. Quando saiu mês passado a redução de preço dele, eu tive que levar, sem a pun#*& de esperar 3, 4 semanas, em média, se comprar do exterior.

Mas a melhor compra que aconteceu nos últimos dias foi a do Fifa 12. A PSN europeia está vendendo o jogo de forma virtual. Podendo ser dividido em até 5 pessoas cada download, meu irmão comprou na hora. Um jogo novo, que eu provavelmente só iria colocar nos orçamentos de compras provavelmente lá pra fevereiro do ano que vem e eu já estou jogando, e aliás, diga-se de passagem, curtindo pra caramba a nova versão. Se alguém perder pro vasco na psn online, saiba que tem chances de ter sido eu quem ganhou.

A coisa melhora ainda mais pra quem joga no PC. É bem verdade que no PC não saem vários títulos consagrados dos consoles, e principalmente, muitos deles você precisa ter uma pu%@ máquina pra rodar bonito.  Mas o pessoal que usa o serviço do Steam provavelmente são os que mais gastam com jogos. Eu digo isso não porque os jogos são mais caros, mas pelo contrário, tem muitas promoções. Os Deal of The Week na Live ou as promos da PSN não chegam nunca na quantidade de promoções que acontecem na Steam. E isso acontece com jogos novos e principalmente com velhos, você vê um Fallout, ou Fallout 2 a 10 dólares cada e pensa, “tá, preço normal pra um jogo muito antigo”, aí olha no dia seguinte e a Steam coloca em promoção relâmpago por 2,3 dólares. Com um preço tão baixo, você acaba comprando porque não vai pesar no seu orçamento, mas se não toma cuidado, compra demais e acaba pesando de verdade.

Resumindo, seja na plataforma que você utilizar pra jogos que for, se você quer aumentar sua gameoteca (existe isso?), considere também abdicar de caixinhas e manuais bacanas na sua prateleira em prol da praticidade e rapidez de comprar e baixar um jogo no serviço online que seu console/computador usa.


%d blogueiros gostam disto: