Arquivo da tag: left 4 dead

A paixão de jogar com a “brodagem”

Wii, Ps3 e X360, opções pra todos os gostos e perfis

Wii, Ps3 e X360, opções pra todos os gostos e perfis

Não me lembro de nenhuma época em que os vários perfis de jogadores tenham sido tão bem servidos. Jogadores com perfil solo tem muito mais a cara da Sony, do mesmo jeito que o pessoal que prefere a presença dos amigos (ou inimigos) tem muito a cara da Microsoft. Rolou até pra quem prefira games mais casuais e pró zoação com os amigos, ou até velhas ideias reapresentadas, como o público da Nintendo, muito embora todos os 3 consoles tenham um pouco de cada. Joguei dos 3 consoles na geração, tive o prazer de pegar um Wii emprestado e me satisfazer com os velhos clássicos Nintendo, além de experimentar girar o pirocóptero em games de zuação como Just Dance ou Raving Rabbids. Cheguei a ter de tabela um PS3 que era do meu irmão, e me fartei de alguns exclusivos como Heavy Rain, Heavenly Sword, God of War 3 ou Journey, mas nenhum deles me deixou tão empolgado nessa geração como o X360.

PS3, um prato cheio de exclusivos classe AAA

PS3, um prato cheio de exclusivos classe AAA

Me desculpem se esse depoimento soar “ista”, não é nesse sentido que quero tratar, deixa eu explicar.

O X360 foi voltado a explorar as funcionalidades online desde o princípio, a começar pelos chats que eram permitidos já do lançamento do console, e que foram melhorados quando deram o upgrade para os cross chats. Você pode até dizer que é frescura, que quando entra no jogo no PS3 o chat tá lá, ou mesmo que se fosse pra ficar batendo papo, ia pro MSN ou o que for. No caso do último exemplo, isso bate com o lance dos perfis de gamers, não é a sua cara jogar com a galera e pronto, mas nos exemplos anteriores, você tá defendendo coisas pequenas. O que foi que desenvolveu-se muito nesses últimos anos com a internet? O crescimento de comunidades online, a comunicação e socialização entre as pessoas. O que foi que um cross chat do X360 proporcionou quando lançado? Comunicação e socialização entre as pessoas, facilitando o desenvolvimento de comunidades gamers online.

Conversar enquanto joga ou fazendo qualquer coisa, só pela vontade de conversar.

Conversar enquanto joga ou fazendo qualquer coisa, só pela vontade de conversar.

Praticamente a totalidade das pessoas que jogo online são amigos meus, e são amigos que conheci através da própria internet de fóruns e outras comunidades. Se a coisa foi pegando afinidade através dos fóruns, o desenvolvimento da amizade veio com a convivência frequente na Live, seja jogando juntos, ou cada um no seu próprio jogo, mas papeando pelo cross chat. Debates sobre diversos assuntos, acompanhamentos de conferências nas E3, além da exploração simultânea de um mesmo jogo single player e comentado entre nós (Mega Man 9 fase a fase conversando e explorando com um brother eu não esqueço), é o que estou querendo dizer. Até na zoação coletiva a coisa era divertida, chat com 5 pessoas onde 3 estão revezando pelejas em Super Street Fighter IV, mas todos os 4 zoando um que perde de forma vexatória é o que mais alavanca a galera a se empenhar em melhorar, ou o que dita a piada por horas e dias.

É legal zoar quando dá essa tela né? E quando tem mais uma galera junto só pela zoação?

É legal zoar quando dá essa tela né? E quando tem mais uma galera junto só pela zoação?

Enfim, deixando de lado todas as facilidades que o X360 me proporcionou em relação a socialização e comunicação, vamos a parte principal: os jogos. Minhas melhores experiências online nessa geração foram com Gears of War (2 e 3), Left 4 Dead (disparado meu predileto multiplayer da geração) e atualmente Borderlands 2. A série Gears of War tá no meu top 5 (se eu tiver um) dos melhores que joguei nessa geração, ele é bom sozinho, mas é perfeito entre amigos. Left 4 Dead é de longe o mais legal pra multiplayer. É o jogo que melhor utilizou pra mim a função cooperativa, mesmo quando você joga em modo competitivo, ele é cooperativo. E Borderlands… bem, eu joguei o primeiro quando ainda tinha o PS3, mas somente single player, achei até esquisito porque as pessoas pagavam tanto pau pra um shooter que achei pouco menos do que razoável. Por causa das promoções de verão da Live, e por influência dos amigos que jogam no Xbox, resolvi pegar o 2, tava barato, não custava tanto arriscar… Tenho que dizer, a experiência cooperativa dele melhora e MUITO a diversão do jogo. Os DLC’s são pouco pra vontade de continuar jogando com a brodagem.

Cooperativo até jogando contra, as equipes revezam entre sobreviventes e zumbis no vs

Cooperativo até jogando contra, em Left 4 Dead as equipes revezam entre sobreviventes e zumbis no vs.

E é disso que tô falando, se você ainda é criança ou adolescente, você provavelmente tem todo o tempo do mundo (como eu tinha na época) pra jogar na casa dos amigos, ou chamá-los pra jogar na sua casa, mas se você trabalha o dia todo, e seus amigos consequentemente também, a maioria das vezes que você conseguirá encontrar com eles, será através das sessões de jogatina. Participar de longas sessões de Left 4 Dead, Borderlands, Castle Crashers, ou qualquer outro jogo com foco no multiplayer, pra mim é tão prazeroso e nostálgico quanto na época que juntávamos na casa de um dos amigos pra tirar longas pelejas de Street Fighter 2, ou na cooperatividade com Streets of Rage ou Final Fight.

Em tempos de trabalho, as facilidades online tentam te relembrar desse período aí (PS:Sei lá que foto é essa, peguei só pra exemplificar)

Em tempos de trabalho, as facilidades online tentam te relembrar desse período aí (PS:Sei lá que foto é essa, peguei só pra exemplificar)

Tenho certeza que vocês devem ter ótimas histórias e experiências online no PS3. Joguei bastante Modern Warfare 2 e Fifa 12 nele, no entanto, pouquíssimas vezes eu joguei com amigos (salvo o Player 2 em algumas sessões de Modern Warfare 2), mas ainda assim, precisávamos marcar pra jogar, e as conversas só aconteciam durante as sessões de jogo e apenas com quem tivesse no jogo, enquanto na live eu tenho a opção de estar jogando Borderlands 2 com ele e mais outro amigo, e ainda mais outros amigos jogando fable 3 e todos interagindo na mesma conversa e rindo das piadas de todos. E ainda assim, foram partidas cujas amizades eu já tinha, e não que foram desenvolvidas pelo convívio.

No PS4 essas diferenças vão sumir, e a Microsoft vai penar pra inventar qualquer diferencial e chamar mais a atenção que a Sony

No PS4 essas diferenças vão sumir, e a Microsoft vai penar pra inventar qualquer diferencial e chamar mais a atenção que a Sony

De novo, peço desculpas se o texto soou “ista”, mas tenho certeza que na próxima geração, vocês que tiverem esse tipo de experiência no PS4 (com a gente do PnMP, de preferência), podem até não admitir ou não curtir, mas vão entender do que eu estou falando.

assinatura pnmp


Muito Duca 13

Faz tempo que não publico nada novo das tendências nerds/gamísticas/geeks (ui Glório Kalil, shame on me), então trouxe algumas coisas do site de vendedores Etsy. Pelo que sei, o site funciona mais ou menos como um Mercado Livre, imagine uma grande feira virtual onde artesãos, costureiros e bla bla bla podem chegar pra vender os produtos deles. Não sei quanto ao esquema de entregas no que diz respeito à todos os vendedores enviarem para o Brasil, ou o tempo que leva para a entrega, mas por ser artesanal, procure por “game”, e você vai ver a k-r@lh@d@ de coisas que aparecem com o tema, de bobeiras feitas com miçangas a sapatos pintados a mão com o tema de um jogo.

Seleciono aqui alguns poucos, mas o site tem infinitas coisas mais, já se tornou o endereço de cabeceira da Big Boss em seus momentos a toa.

Roupa de Bebê Game Boy

Que fofura de apertar os "botões" que seu filho ficará em uma roupinha dessas, hein?

Brinco Chomp Chomp

Quem lembra desses "cachorros" que ficam acorrentados nos jogos do Mario?

Abotoadoras de Joystick Dreamcast

Imagine você naquele casamento chato com umas abotoadoras estilosas dessas tirando onda

Avental Legend of Zelda

Duvido que você não vai querer fazer o que o Link nunca fez com a Zelda se sua mulher estiver sexy usando uma dessas

Kit de bebê Mega Man

O bebê vai ficar ridiculamente lindo com a pulseira, touca, protetor de fralda e botinha de tricô do blue bomber favorito. Do Want total!

Camiseta Creeper Minecraft

Juro por Deus de pé junto que a marca do PnMP não tem nada de referência de Minecraft, ela nasceu de uma mistura de ideias pro topo do blog, aliado ao conceito de uma piró-k pixelada, mas levemente diferenciada, pra não ficar na cara né.

Kit de Primeiros Socorros Left 4 Dead

Nunca se sabe quando a gente pode ser atacado no meio de um apocalipse zumbi, é sempre bom estar preparado

Confiram muitos outros produtos na Etsy, tem de tudo por lá.


Top 10 das paródias pornô de games

Paródias do mundo da safadagem não são uma exclusividade dos filmes populares de Hollywood apenas. O mundo dos games também recebe alguns filmes “basados” em títulos de sucesso. Eu não poderia fazer essa lista porque não vi absolutamente nenhum desses. Não sabia nem da existência dos filmes, mas o site do TechTudo fez uma pequena lista com 10 paródias baseadas em games.

O texto é do próprio TechTudo

10. Geki Fit

Imagine uma aula de yoga e exercícios físicos em que as instrutoras estão todas seminuas, com a câmera focando a imagem justamente “naqueles” lugares, quando elas estão nas posições mais sugestivas? É exatamente essa a premissa de Geki Fit, uma paródia do jogo de fitness Wii Fit.

09. Princess of Persia

Que tal pegar uma atriz pornô do Irã e colocá-la como protagonista em um filme chamado “Princesa da Pérsia”? Essa foi a ideia que alguns produtores tiveram ao escalar Tonya Summers, no início dos anos 1990.

Tirando o título do vídeo, não há muitas referências ao game Prince of Persia, lançado em 1989. Na história, um importante artefato mágico persa foi roubado pelo governo dos Estados Unidos e cabe à princesa da Pérsia resgatá-lo de volta para seu povo. Como ela faz isso? Seduzindo e fazendo sexo com todo mundo, claro!

08. Chinpo o Kitaeru Otona no Ingenware Training

Até os quebra-cabeças ganharam uma paródia pornô. Brain Age ganhou uma versão erótica no Japão chamada Chinpo o Kitaeru Otona no Ingenware Training (algo como “Autoaprendizado Obsceno de Perfuração com Pênis para Adultos”). Em vez do doutor Kawashima, quem dá as orientações aqui é a atriz sexy Hikaru Wakana.

07. Final Fuck X

Final Fantasy é uma série de games de sucesso que vez ou outra ganha uma paródia pornô.Final Fuck X é uma dessas produções que satiriza mais especificamente o décimo título da franquia. A história? Todos os personagens do game se reúnem e ignoram suas aventuras para ficar fazendo sexo o tempo todo sem abandonar suas fantasias.

06. Call of Booty: Modern Whorefare

Toda a violência e brutalidade das guerras podem até causar um excesso de testosterona, não? Para equilibrar um pouco as coisas é que são feitas paródias como Call of Booty: Modern Whorefare (parodiando Call of Duty 4: Modern Warfare). Estão lá as cenas clichês de guerra, entre uma e outra de sexo.

05. Super Hornio Brothers

Ron Jeremy é gordo, feio e bigodudo. Isso não impediu que ele tivesse uma carreira de sucesso na indústria pornográfica como ator. Sua aparência física até foi uma vantagem na sua escalação em Super Hornio Brothers, uma clara paródia pornô dos games Super Mario Bros. Ele é Squeegie, um programador que fica preso em um computador e precisa salvar uma princesa.

04. Left 4 Head

Um filme pornô com zumbi e monstros pode não ser uma ideia original, mas nem por isso deixa de ser estranha. Left 4 Head é uma paródia do game Left 4 Dead, game de tiro em primeira pessoa lançado em 2009 para PC e Xbox 360. Trata-se de uma série dividida em 12 capítulos, divulgados no YouTube, mas que, por conta de seu conteúdo explícito, só pode ser vista na íntegra por quem baixar os capítulos nos links divulgados pelos criadores. O mais legal? A série utiliza efeitos sonoros retirados do próprio game!

03. Jewel Raider: The Tomb Raper

Lara Croft, um dos principais símbolos sexuais dos videogames, já foi inspiração para muitos filmes pornôs. Um deles é Jewel Raider: The Tomb Raper, da produtora Thrust Films. O vídeo, além apresentar cenas bem eróticas, conta com várias cenas de combate, algo incomum em produções desse tipo. Algumas delas você pode conferir no YouTube, como no vídeo abaixo.

02. World of Whorecrat

World of Whorecrat é uma paródia de, adivinhou, World of Warcraft. São dez episódios baseados no famoso MMORPG para PC. Para evitar processos, as referências óbvias ao jogo da Blizzard foram suprimidas com o tempo, tanto que a série passou a se chamar Whore Lore. Uma das atrizes principais, Mia Rose, chegou a ser banida temporariamente do jogo depois que um fã a reconheceu e mencionou seu website num chat público.

01. Sex Fighter 2

O sucesso da série Street Fighter e seu time de lutadores sarados inspirou o filme Sex Fighter 2. O vídeo mostra lutas entre os personagens como se fosse uma partida do game (com barras de energia e tudo), com a diferença que no final cada casal de lutadores parte para outro tipo de ação, se é que me entendem… Ah, sim: o Blanka também participa.

E aí, curtiu algum?


Skinny e Badger discutem sobre o melhor jogo de zumbis

A cena é tirada do segundo episódio da quarta temporada de Breaking Bad, chamado  Thirty-Eight Snub. Eu concordo com o Skinny, Left 4 Dead é o melhor jogo de zumbis, e quem quer saber de nazistas que viraram zumbis de Call of Duty Black Ops Zombie mode? E Resident Evil meus testículos.

Tenho que dizer que os roteiristas fizeram um bom trabalho, a discussão não é superficial como se vê em geral nessas cenas em filmes e séries, parecem 2 caras chapados que jogam de verdade discutindo a parada.

Pra quem não conhece, eu MAIS do que recomendo o seriado Breaking Bad, uma das séries mais bem elaboradas que tenho assistido nos últimos anos. O tema: Um professor de química brilhante que não deu certo na vida, Walter White, pai de família, com um filho com paralisia cerebral, que ganha pouco, fazendo até um segundo trabalho de caixa em lava jato, e com a esposa grávida de uma bebê, se descobre com câncer no pulmão em fase avançada. Seu concunhado é policial do departamento de narcóticos e chama ele pra acompanhar uma batida policial em um ponto de drogas. No local ele vê uma das pessoas que foge e o reconhece como um ex aluno dele, Jesse Pinkman. White decide então visitá-lo, e chutando o pau da barraca (como o nome “breaking bad” sugere) propõe a Jesse uma sociedade na produção de metanfetamina. Jesse todo cheio de dedos achando que é uma armação acaba por aceitar, já que se não o fizer, Walter o entrega pro cunhado. Daí em diante o gênio químico de Walter é revelado na série e ele produz a metanfetamina mais pura do “mercado”. E esse é o pano de fundo pra muita coisa que acontece.

Eu resumi o máximo possível da sinopse do seriado, mas muita coisa acontece. A série é muito bem elaborada e dificilmente arruma soluções que te faz se sentir um idiota desafiando sua inteligência, tudo é muito bem construido e a personalidade dos 2 protagonistas é de destaque e conflituosa, mas que não conseguem se separar por completo.


Fan filme de Left 4 Dead + convidados

K-RÁ-LHO!!!!!

Um fan film pegando bem a essência de L4D. Chega me deu vontade de jogar com os amigos putos que nunca querem jogar!

Ainda conta com convidados especiais que não vou entregar no post, deixa você assistir e ver a patota.

Valeu pela dica, Rapha!


Muito duca

Essa sessão vai ser dedicada a posts com produtos gamers. Nessa categoria entram camisetas, bonecos, e outras coisas mais que forem da categoria. Até porque todo mundo quer se vestir bem ou ter coisas bacanas

E  já começamos com algumas coisinhas de uma loja que pago muito pau, a Think Geek , essa loja tem uma cacetada de produtos diferentes e engraçados, como sabonete em formato de bacon, carretilha pra pizzas em forma de Enterprise, etc.

Minecraft Union

Left 4 Dead Zombie Survival Medkit

8-Bit Imagination

Space Invaders, brilha no escuro

Fora as camisetas, a Think Geek ainda tem uma cara#*% de outros produtos foda e muito peculiares ao público gamer e/ou nerd.

Luva Térmica do Pac Man

Moedor de pimenta R2-D2

 Agora que você teve uma amostra do que eles vendem, abre essa m#@$$ de carteira aí e seja feliz, ou chora no canto se achando o bullynado do mundo.


%d blogueiros gostam disto: