Arquivo da tag: morte

O Luigi morreu :/

Danny Wells como Luigi

Danny Wells como Luigi

Existem alguns momentos em que cogumelos verdes não são mais o suficiente, e enfim é chegada a hora de partida desse mundo. Foi o caso do ator canadense Danny Wells. Boa parte dos gamers de hoje talvez nem tenham conhecido ele, mas se você é da época do programa da Xuxa e do início da Tv Colosso, você talvez tenha assistido o desenho do Super Mario. Lembrou disso? Lembra que no início e no fim de cada episódio rolava um programa com atores reais onde rolavam convidados, em que até a Cyndi Lauper apareceu? Pois é, aquele foi o Luigi que morreu.

Segundo o obituário em um jornal canadense, Jack Westelman, nome real do ator, faleceu na última quinta feira dia 28 aos 72 anos, embora não diga o real motivo. É uma ironia da vida muito esquisita e triste que no fim do tão falado “Ano do Luigi”, o ator venha a falecer.

Além do Luigi, Wells trabalhou também com dublagens de desenhos animados e outros games.

Descanse em paz Danny.

Abaixo um trecho do antigo programa

Fonte: Kotaku US

assinatura pnmp

Anúncios

A história de Michael Mamaril ou por que a Gearbox é f*#@!

Estamos jogando Borderlands 2. Sim, o jogo é um dos melhores da geração, tem um multiplayer impagável, história arrebatadora, ação infinita e muito humor. É a cara desse blog… palavrões, sarcasmo e HUMOR!

Mas eu estou aqui para falar de uma coisa triste… Michael Mamaril!

Ele é um NPC do jogo que pode ser encontrado em Sanctuary e tem uma história surpreendente por trás… ele leva o nome de um fã de Borderlands que morreu em outubro de 2011, aos 22 anos, em decorrência de um câncer. Um amigo de Michael mandou um email para a Gearbox pedindo que a mesma fizesse uma homenagem póstuma onde o Claptrap diria algumas palavras sobre Michael… e a Gearbox acatou o pedido e ainda colocou o cara no jogo como um personagem que aparece randomicamente e dá loot raro aos jogadores.

Não é a primeira vez que a Gearbox faz algo por um fã… mas é esse espírito que queremos ver nas empresas das quais somos fãs. É dessa humanidade que o mundo sente falta.

Obrigado, Gearbox! Vocês são FODA!

assinatura p2


Morre o quadrinhista Moebius

No último sábado, dia 10 de março, faleceu o ilustrador francês Jean Henri Gaston Giraud, mais conhecido como Moebius. Do grande público ele talvez não tenha sido tão conhecido quanto Jim Lee, ou Jack Kirby, mas pra quem tem o hábito de ler quadrinhos além dos convencionais de heróis americanos ou mangás japoneses, ele era um monstro.

Arte para a HQ Arzach, percebem alguma semelhança com o outro trabalho do autor, Panzer Dragoon?

Mais do que apenas quadrinhista, Moebius era uma influência pra muita gente, suas ilustrações sempre bem detalhadas e tão cheias de vida, além das histórias complexas, desafiavam sempre o leitor a ter mais do que apenas um leve entretenimento, fazendo muitas vezes, uma crítica a sociedade e a forma como vivemos, nos relacionamos e tratamos aqueles com quem convivemos.

Cena de Incal: Repare como tudo parece ter movimento, apesar da imagem estática

Dentre alguns de seus trabalhos nos quadrinhos estão listados Arzach, Incal e até algumas minisséries do Surfista Prateado, publicadas na antiga revista Epic Comics, um selo alternativo da Marvel que veio para concorrer com as revistas Heavy Metal e as do selo Vertigo, da DC. Ele também deu suas pinceladas pelo mundo do cinema, tendo contribuido para filmes como Alien: o Oitavo Passageiro, de Ridley Scott, Tron, da Disney e o Quinto Elemento, de Luc Besson.

Arte conceitual para Alien: O Oitavo Passageiro

E aí você gamer se pergunta: “Porque diabos esse bicho tá falando desse quadrinhista que morreu? Eu entendo ele curtir o trabalho do cara, mas isso aqui é um blog sobre games!” No qual eu te respondo: Moebius foi o artista conceitual do primeiro Panzer Dragoon, e consequentemente influência para os demais títulos da série. Além de Panzer Dragoon, ele também trabalhou na graphic novel de Halo, que chegou a ser lançado aqui no Brasil pela Panini Comics. Ah sim, lembra de um jogo estiloso em cell shade, muito semelhante ao enredo da trilogia Bourne, com o nome XIII? Pois é, o jogo é baseado em uma história em quadrinhos, ela teve 19 volumes, Moebius (usando o nome original de Jean Giraud) ilustrou o número 18.

Página da Graphic Novel de Halo

Moebius morreu lutando contra um câncer aos 73 anos, e entre artistas e apreciadores da oitava arte, ele será lembrado e admirado pela qualidade do seu serviço. Que o gênio vá encher de vida onde quer que ele esteja no pós vida, se é que isso existe.


Humor negro?

Já parou pra pensar quantos pixels já morreram desde que você começou a jogar pela primeira vez? Pois é, em homenagem aos diversos personagens que já morreram em games pra que nós pudéssemos nos divertir e destruir aquele maldito vilão, segue um vídeo feito por 2 caras que registraram diversos momentos cruéis para os nossos protagonistas gamísticos.

Obrigado a todos vocês que morreram por nós. Vocês não serão esquecidos, mas a gente se diverte com as suas mortes.

Em tempo, e com o mesmo tema, seguem 2 vídeos do pessoal do Dorkly sobre mortes em games com o Sonic como personagem.


Talentosos filhos da p&$% 2

Nego é foda né, dá só uma sacada na arte desse maluco. O projeto de Robert Atkins foi o Castlevania Week, que consiste em desenhar personagens de Castevania nessa semana (duuuh, não é óbvio, jumento?) em comemoração da semana do dia das bruxas.

Agora curte aí

Richter Belmont

Alucard, a cria de Drácula

Bruxinha – Sypha Belnades

Uma vida de pirata pra mim, ye – Grant Danasty

Trevor Belmont: A versão macho.

A Morte pede carona

Cara, eu tenho que dizer, isso ficou muito do car@&§$, curti o estilo dele, mas principalmente, curti o fato de não ter se deixado levar pelas influências afeminadas tão exploradas pela Ayami Kojima. Acho foda a arte da Ayami, mas é bom ver personagens que não são delicados com traços tão sensíveis pra variar.


%d blogueiros gostam disto: