Arquivo da tag: player 2

Armaria… purque demorá tanto pra postá umas novidade?

Foi um longo inverno… quase um ano!

Mas o PnMP está de volta… é fato! A partir de hoje teremos novidades por aqui e, se o vício do videogame deixar, teremos atualizações mais de uma vez ao dia.

E foi assim que o PnMP voltou!

Só falta avisar o dono do blog que a gente voltou!

assinatura p2

PS.: O Bode Gaiato, dono da imagem do post, pode ser conferido aqui: https://www.facebook.com/ObodeGaiato


Tinha tudo pra ser do c@#@&%*… mas é uma b*$%@!

Algumas empresas simplesmente andam abusando da boa vontade dos jogadores…

Tománocu, Activision… custava fazer algo legal pra encerrar com a vida de Tony Hawk nos games? Pra quê lançar um remake de MERDA como foi esse Tony Hawk HD?

Ainda ontem falava com alguns amigos na Live que esse era o jogo que mais me empolgava no Summer of Arcade, mais pela nostalgia de jogar um excelente jogo antigo do que pelo HD em si, e vocês simplesmente fodem com um clássico da minha adolescência? Deuzolivre… recomendo pra ninguém essa tralha que custa 15 dólares (1200 MS Points)…

O jogo é travado… nem de longe lembra a versão antiga. A movimentação não é fluída. Tem um zilhão de bugs dos mais diversos (atravessar parede quando se dá um ollie não pode, né?). E é o HD mais feio que eu já vi na vida… seria melhor lançar e dizer que só colocaram um filtro do que fazer todo esse alarde maldito dizendo que é HD e lançar essa coisa horrenda. Sério… faltou capricho.

“Quer me foder, Activision? Me leva num restaurante japonês e me leva num bom motel depois.” Foi assim que Tony Hawk se sentiu com esse lançamento!

Vocês devem estar se perguntando… “Mas por quê caralhos o Player 2 está escrevendo hoje depois de tanto tempo?” e a resposta é bem simples: indignação.

Estamos vivendo uma safra podre… estamos como a indústria do cinema e dos quadrinhos no momento… as empresas não tem mais criatividade para criar novas franquias e ficam masturbando (ou milkando, como diz um caboclo amigo lá de Curitiba) as franquias antigas com remakes e as atuais com lançamentos a cada ano. Basta ver o que vem por aí… tirando algumas pérolas que prometem, caso de Last of Us, Beyond e alguns jogos indies, o que nos sobra são vários Call of Duty’s, Halo’s, Gears of War’s, God of War’s, FIFA’s e PES’s… e mais uma enormidade sem tamanho de franquias menores que estão em seus segundos, terceiros e em alguns casos décimo sei lá o que jogo… caso de Final Fantasy, que nem é mais Final Fantasy… é uma sequência de jogos aleatórios que levam o nome da franquia apenas por contarem com Chocobos…

Todo mundo gosta de Chocobos… eu também, só que ao contrário! A galinha dos ovos de ouro da Square Enix já deu o que tinha que dar… CHEGA DE FINAL FANTASY, PORRA!

A indústria precisa de mentes criativas… de novas mentes… e talvez até de um novo crash! Do jeito que está não pode ficar… os gamers das antigas precisam de coisas novas!

Isso é o que eu vou fazer com várias franquias de “nome” que estão lançando um jogo atrás do outro em busca do meu dinheiro!

Por sorte a indústria ainda tem alguns lampejos de brilhantismo como Skyrim, Catherine, Walking Dead Game (aliás, tô num vício com os jogos da Telltale que só minha esposa pra me fazer parar), Journey… entre outros. Mas a quantidade de lixos é cada vez maior e as empresas estão empurrando isso para o mercado que reage apenas comprando. A maioria das pessoas joga apenas os mais vendidos… “Esses sim devem ser jogos bons! Vendeu muito! Vou comprar!”… cadê o cérebro, galera? Não se deixem levar por reviews comprados (sim, as empresas fazem isso)… joguem as demos! Aluguem jogos! Não deem seu rico dinheirinho para empresas que produzem apenas porcarias… vamos nos rebelar!

Ah… a trilha sonora de Tony Hawk HD tenta salvar o jogo… mas não consegue! Falta Police Truck, do Dead Kennedys! Não podia deixar passar… é uma pena eu ainda sentir saudades de um jogo de 1999! UMA PENA!


Ia postar sobre uma novidade… mas aí levei uma flechada no joelho!

Nem o Dovahkiin aguenta mais essa p*%%@ dessa piada!

Eu juro! Procurei notícias bombásticas, rumores e… em 5 minutos abandonei tudo para voltar ao mundo de Skyrim! Justo eu, que nunca fui chegado em RPGs, que nunca tinha jogado um Elder Scroll sequer (é sério!), fui pego, amarrado e não jogo outra coisa a exatas 122 horas e 22 minutos, tempo este que tenho de Skyrim até agora. Não, eu não joguei esse tempo todo sem pausas, mas desde que comecei a jogar, uns 2 meses atrás, não joguei NENHUM outro jogo nos meus consoles.

Sinceramente ainda não achei o motivo que me prendeu a esse jogo… abaixo listo possíveis motivos, mas refuto as ideias todas logo na sequência, perceba:

1 – O jogo tem gráficos belíssimos… mas existem muitos melhores.

Belíssimo, mas muito atrás de séries como Uncharted, Gears of War e... muitas outras!

2 – O ambiente do jogo é perfeito… mas não é nenhum Senhor dos Anéis e existem muitos jogos com dragões, elfos, magos e tudo isso que a gente já cansou de ver por aí.

Harry Potter? Eragon? How to train your dragon? Existem muitos mundos onde os dragões habitam. E, normalmente, os elfos e os magos aparecem também... sem esquecer dos b*$!@$ dos orcs.

3 – O áudio do jogo é impressionante… comprei um novo headset (o original da Sony) e pude perceber que o áudio do jogo tem imperfeições e, até mesmo omite alguns sons durante o jogo. O mais comum é esse do vídeo que faz com que o jogo fique com uma interferência bizarra.

4 – O jogo é perfeito… não, nem um jogo é. E nesse ponto Skyrim passa looooooonge! Longe pra c@%@!%* pra dizer a verdade, tem 1124203 bugs absurdos que vão desde esqueletos de dragões que voltam a vida, escalar montanhas usando pulinhos pequenos (já me usei desse defeito algumas vezes para não ter que dar a volta em cadeias de montanhas), inimigos burros que não sabem subir em pedras pequenas, atravessar paredes e animações travadas, que não fluem.

E é nesse momento que você pensa: “Mas que c@%@!#* de jogo é esse que só tem contras? Note que eu falei que refutaria as ideias todas, mas refutar não quer dizer que tudo é uma m&%#@ e sim dizer que existem jogos melhores em cada um desses quesitos que eu mostrei… mas certamente nunca joguei um jogo que reunisse essas qualidades TODAS JUNTAS da forma que Skyrim faz. Os excelentes gráficos, somados à fantástica ambientação e aos sons muito bem estruturados do jogo fazem de Skyrim um dos jogos mais perfeitos que eu já joguei. FATO!

Jormundur, o meu personagem, é um wood elf especializado em arqueria, sneaking e light armor, que tem como outros atributos importantes one handed weapons, pickpocketing e alchemy. Sou um belo de um c^&@* com ele: fico me esgueirando pelos cantos sem ser visto e usando flechas de todos os tipos e, se alguém me ver, consigo me defender e desferir alguns golpes antes de tentar me esconder de novo. Mas você pode jogar do jeito que quiser: pode ser o mago e manjar das put@r!@$ todas de magia, pode ser um orc e mandar ver nas armas de duas mãos e em heavy armor… as possibilidades são praticamente infinitas e mesmo depois de começar o jogo ainda é possível adaptar o seu personagem a novos atributos que você achar importantes durante o jogo, eu fiz isso com lockpicking e isso me ajudou com várias das milhares de fechaduras que você vai encontrar durante o jogo.

A história do jogo é bem linkada, segue realmente um roteiro muito bem feito, mas como sempre a Bethesda nos faz de idiotas mais uma vez e coloca um número praticamente infinito de side-quests (eu não cumpri nem 1/10 delas) e isso dá uma vida mais longa ao jogo… muito longa aliás. Curiosamente um amigo abandonou o jogo por ter dado atenção demais para as sidequests… e olha que ele é fissurado em jogos da empresa.

Se quiser fo%&# com a sua vida social, se esconder em uma caverna e ainda ter a glória de matar dragões e absorver a sua alma… vem pra cá. Skyrim é logo ali… e cuidado com as flechas no joelho.

PS.: Ah, existe um rumor… sim, um rumor bem forte de que na E3 desse ano a Bethesda anuncie o primeiro Elder Scrolls online. Se isso acontecer, VAI SER F*#@ e eu nem vou poder chegar perto dessa belezura.


O melhor acessório da geração!

O título desse post é pretensioso… mas, para este p#%* que vos escreve, é a mais pura verdade!

Um verdadeiro milagre tecnológico para quem mora em caixas de sapatos fantasiadas de apartamentos.

Comprei na última semana o Wireless Stereo Headset, oficial da Sony, para o PS3. Paguei relativamente caro pelo produto, 279 reais, já que lá fora ele custa apenas 99 doletas, mas mesmo assim não tenho um, sequer, motivo para me arrepender da compra.

Moro em um apartamento relativamente pequeno, com vizinhos idosos e chatos, e por isso tive que pensar muitas vezes antes de gastar uma grana com um home theater de boa qualidade e que garantisse o bom som dos jogos atuais com qualidade. Cheguei a pensar diversas vezes que jamais aproveitaria totalmente os jogos por estar perdendo muito da qualidade sonora por não ter espaço e privacidade para aumentar no talo o som do videogame, mas minhas preces foram atendidas.

O Headset possui som 7.1 (embora seja simulado, dica dada pelo leitor Power Full) e serve tanto para falar com os seus amigos através da SEN (PSN morreu!) enquanto joga como também para ouvir os sons do jogo, e aí é que está o diferencial já que a SEN não tem a p*%%@ do Cross Chat que tanto amamos na Live.

Como só tenho jogado Skyrim, e vocês verão isso no meu próximo post, tenho aproveitado bastante as noites para jogar com o volume no talo enquanto a minha esposa dorme, e as noites de jogatina ficaram bem mais divertidas desde então.

A única coisa que você tem que fazer para usar o headset é espetar esse dongle, na foto abaixo, no console… ou no PC! Sim… ele também serve para o PC, tanto para o áudio como para comunicação, o que deixa a compra muito mais atrativa.

Espetou, funcionou! Tanto no PS3 quanto no PC. Só faltou funcionar no Xbox pra poder usar na Live... maldita Sony!

Valeu cada centavo!


Here comes a new… partner?

Parceiros... mas acima de tudo, irmãos!

Cheguei! O Player 2 está no ar e o controle está funcionando perfeitamente… depois de momentos turbulentos pra c@%@&#* e dias depois do anúncio das novidades, e você esperando uma promoção ou uma notícia f*#@, está revelado o segredo: o Pega no meu Pixel ganha seu segundo colaborador/autor. Eu! Sim… eu mesmo… Jornalista, 31 anos, gamer desde sempre, paulistano e torcedor do Santos, passo a colaborar com textos, notícias, bizarrices e todo tipo de p*%%@ que achar relevante para o blog.

Quando fui convidado para escrever para o Pega no meu Pixel… hunf… convidado o c@%@!&*, eu que me convidei pra participar dessa p*%%@ toda, afinal não é todo dia que você encontra um blog sobre games onde você pode escrever sobre o que quiser e ainda mandar vários palavrões no meio do texto, sem nenhuma cerimônia.

Conheci o Scott em um fórum de internet, há alguns anos atrás já e tínhamos várias coisas em comum: éramos proprietários de Xbox 360, usávamos jogos piratas e… SOMOS GORDOS COM CAVANHAQUES! SEXY PRA C@%@!#*! Ao menos a minha esposa e a Big Boss do Scott acham!

Mas além disso tínhamos opinião para dar sobre jogos e sobre as empresas de videogames, eu sempre mais polêmico e o Scott sempre mais pé no chão, embora ele tenha alguns lampejos de fanboy e Tartarugas Ninja e Castlevania, mas quem não tem?

Ficamos amigos ao jogar na Live, nos falávamos quase todos os dias durante horas enquanto jogávamos online ou não, mas sempre com o Cross Chat (chupa essa, Sony) ligado e falando de todos os assuntos possíveis: trabalho, mulheres (as nossas), problemas cotidianos e até videogames. Vivemos alguns momentos tensos nessas conversas… com debates, discussões e ideias inflamadas, porém a diversão sempre reinava e era muito mais fácil rir do que ficar p#%* com algo. Sempre foi.

Nos afastamos um pouco em decorrência do meu trabalho atual e dos meus horários absurdos, mas isso tem tudo para acabar em breve, quando retornarei a São Paulo e, provavelmente, terei horários normais de trabalho. Sinto saudades dos palavrões que falávamos na Live, mas agora posso soltar alguns por aqui também e… vai ser legal pra c@%@!#*. Espero que gostem!

PS.: Scott é o nick do meu amigo na Live, e esse é o único nome pelo qual consigo chamá-lo já que o nome dele é diferente de tudo que já vi. Aliás… sou um cara que tem muitos amigos com nomes estranhos… MUITOS!


%d blogueiros gostam disto: